Trás-os-Montes

Província de Trás-os-Montes

O castelo medieval de Trás-os-Montes está entre os principais destaques destas terras do nordeste de Portugal; Trás os Montes ou Alto Douro permaneceu isolada durante muito tempo, mas esta realidade mudou.

Guia de Trás-os-Montes
Castelo (detalhe), Bragança, Trás-os-Montes © Antonio Sacchetti / Images of Portugal


Planalto Barrosão

Um dos destaques que encantam os amantes da natureza, o Planalto Barrosão, está situado no leste de Trás os Montes, e compreende as terras dos concelhos de Montalegre, ao norte do planalto (o chamado Alto Barroso) e o concelho de Boticas, ao sul do planalto (o chamado Baixo Barroso). Também fazem parte do Planalto Barrosão as freguesia de Soutelinho da Raia (Chaves), bem como algumas freguesias dos concelhos de Vieira do Minho e de Cabeceiras de Basto.
A Terra montanhosa de Barroso formava, desde séculos um corredor de passagem e de contato com a Galícia.

Serra do Larouco

Outro destaque importante: Terceiro pico mais alto de Portugal continental, a Serra do Larouco tem rica fauna e flora, além de ser a nescente dos rios Cávado e Salas. O Rio Cávado, após atravessar os concelhos de Montalegre, Terras de Bouro, Vieira do Minho, Amares, Póvoa de Lanhoso, Vila Verde, Braga e Barcelos, deságua no Oceano Atlântico no concelho de Esposende; seu curso é de 135 km.

Vila Real é a capital da região. Terra de emigrantes, Trás os Montes/Alto Douro preserva sua cultura, suas tradições e seu modo de vida. Tombada Paisagem Cultural do Patrimônio Mundial pela Unesco (vinhedos milenares).


Bragança capital mais ao norte de Portugal, é sede do distrito e do município (concelho) de Bragança.

Patrimônio da Humanidade

A Região do Douro Vinhático (ou Vinhateiro) é classificada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. No mapa abaixo delimitamos os confins da região com as principais cidades. Vila Real é a cidade mais importante deste vasto espaço vitivinícola. Ver também: Vinhos de Portugal.