Douro e Gastronomia

A terra do bom vinho, como não poderia deixar de ser, também é terra da boa mesa. No Douro, estamos em casa para tomar nosso melhor aperitivo o Vinho do Porto. Além de se elaborar alguns dos melhores vinhos do país. À mesa, os produtos típicos da região nos permitem criar deliciosas especialidades que deixarão boas lembranças aos visitantes.

Guia Vinhos de Portugal

Cozinha de Portugal © Images Of Portugal


Peixes sempre frescos

Do mar ou dos rios, os peixes são indispensáveis nas preparações culinárias portuguesas, dentre as quais se destacam as caldeiradas. No Douro também! E não poderíamos falar de peixes sem mencionar o favorito bacalhau.

Carnes de boa qualidade

O tradicional cozido se impõe, para começar uma viagem-descoberta das terras do Douro. As carnes de vitela, de porco ou de cabrito também participam da criação de pratos tipicos da região.

Azeites portugueses

As terras do Norte também são generosas na produção de olivas que serão servidas como azeite de grande pureza e qualidade. Mas para o nordeste da região, os olivais cobrem vastos espaços agrícolas.

Arroz doce e deliciosas sobremesas

Especialidade da terra, o tradicional arroz doce é presença constante nas mesas. Acompanhado de outras especialidades da variada doçaria duriense.

Guia Vinhos de Portugal
Tradicional prato de bacalhau © Ari Oliveira


O Alto Douro, por sua vez, era subdivido em Baixo Corgo (mais ou menos de Peso da Régua para oeste) e Cima Corgo (a leste, compreendendo Sabrosa, Alijó e Pinhão ao norte do rio; ao sul do Douro, São João da Pesqueira) [1]. Para saber mais sobre os vinhedos e as vinhas plantadas no Douro ver Vinhedos do Douro

Área de Demarcação DO Douro

A área que compreende a DO Douro (a mesma da DO Porto) está dividida em 3 sub-regiões:

• Baixo Corgo (partes dos distritos de Vila Real e de Viseu)

• Cima Corgo (partes dos distritos de Vila Real, de Viseu e de Bragança)

• Douro Superior (partes dos distritos de Bragança e Guarda)

Sendo assim, a região é formada pelos distritos (estados, no Brasil), concelhos (municípios, no Brasil) e freguesias (distritos, no Brasil) a seguintes: ver lista completa

Denominações de Origem (DO)

A região produz VQPRD tintos, brancos e rosados com DO, DOP; VEQPRD, VLQPRD (Moscatel do Douro), Aguardente de Vinho e vinhos DOC sem outra desginação complementar.

Moscatel do Douro

Vinho produzido exclusivamente a partir da casta Moscatel Galego Branco.

Variedade de castas

Para a produção do Vinho do Douro são utilizadas várias castas nacionais, cerca de 130!. Dentre estas, destacam-se Gouveio e Malvasia Fina (brancos) e Touriga e Aragonez (tintos). Algumas destas castas: Barca, Patorra, Pé Comprido, Viosinho, Vital, Petit Bouschet, Sevilhao, Sercial, Pinheira Branca, Bical, Nevoeira, Siria, Barreto, Pinot Noir, Bastardo, Sémillon, Batoca, Cornifesto, Branco Guimaraes, Branco Especial, Bragao, Malvasia Parda, Malvasia Preta, Malvasia Rei, Tamarez, Malvasia Fina, Ratinho, Marufo, Melra, Verdelho, Caramela, Malandra.

Aperitivo de Classe Mundial

O Vinho do Porto é reconhecido em todo o mundo por sua qualidade e valor, sendo servido nas principais solenidades como aperitivo sem igual. Saber mais: Vinho do Porto.

Vinhos tintos DO Douro

Ricos em cor e em aroma, os vinhos tintos da DO Douro são aveludados e têm sabor agradável, além de envelhecerem nobremente.

Vinhos brancos DO Douro

Quanto aos vinhos brancos DO Douro, eles são finos, leves, frescos, agradavelmente acídulos e muito aromáticos.

Guia Vinhos de Portugal
Vinhos do Douro © Ari Oliveira


Quintas em destaque

Na DOC Douro, nossos destaques vão para a Quinta da Leda, de propriedade da Casa Ferreirinha (Sogrape), a Quinta D. Maria e a Quinta do Portal.

Ver também Vinhedos de Portugal.